Domingo, 15 de dezembro de 2019
(86) 9 81736994
bodog topo
Sarampo

Postada em 12/11/2019 ás 08h51

Publicada por: Liliane Alves

Fonte: G1

Secretaria de Saúde investiga primeiro caso de sarampo com origem no Piauí
Trata-se de um bebê de nove meses de idade, que mora no município de Lagoa do Sítio. Ele ainda se encontra em casa e não recebeu visitas.
Secretaria de Saúde investiga primeiro caso de sarampo com origem no Piauí

Foto: reprodução

A Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) investiga mais um caso de sarampo no estado. Desta vez, trata-se de um bebê de apenas nove meses de idade, que mora em Lagoa do Sitio, município que fica a 242 km de Teresina. A apuração tenta confirmar se é o primeiro caso de origem da doença no Piauí.

Conforme a assessoria da Sesapi, o bebê ainda se encontra em casa e não recebeu visitas. O município onde reside foi um dos primeiros do estado a registrar casos de sarampo.

Até o momento, de acordo com a Secretaria de Saúde, oito casos foram confirmados. Outras 33 pessoas são suspeitas de serem portadoras do vírus.

Contaminação e sintomas

As crianças são as mais suscetíveis às complicações e óbitos por sarampo. A incidência de casos em menores de 1 ano é 9 vezes maior em relação à população em geral. A cada 100 mil habitantes, 52 crianças nessa faixa etária obtiveram confirmação para o sarampo

A segunda faixa etária mais atingida é de 1 a 4 anos. Neste ano, foram confirmados quatro óbitos por sarampo: três óbitos ocorreram em menores de 1 ano de idade; e um óbito em um indivíduo de 42 anos. Nenhum dos quatro casos eram vacinados contra a doença.

Dentre os sintomas da doença estão: manchas no corpo, febre, tosse, coriza (nariz escorrendo) e conjuntivite. Além do risco de morte, a doença pode deixar sequelas graves. A transmissão do vírus do sarampo é direta de pessoa a pessoa, por meio das secreções nasofaríngeas e expelidas pelo doente.

Vacinação

A imunização do sarampo é realizada com a vacina Tríplice Viral. Os interessados podem buscar a unidade de saúde com seu cartão de vacinação em mãos, ela será avaliada e caso necessário receberá a dose.

A indicação é que a Vacinação em bebês aconteça aos 12 meses, e aos 15 meses aconteça a aplicação da segunda dose da vacina. Pessoas que não se vacinaram nessa faixa etária (12 e 15 meses de idade), podem se vacinar até os 49 anos de idade.

Fala Piauí no Facebook:
imprimir

Veja também

»
Receba notícias do Fala Nordeste pelo WhatsApp WhatsApp
© Copyright 2019 - Fala Nordeste - Todos os direitos reservados - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium