Terça, 17 de setembro de 2019
(86) 9 9983-4382
Ato ilegal

Postada em 14/06/2019 ás 10h08

Publicada por: Redacao

Ciro Nogueira pede à ministro apoio para ‘legalizar’ cassinos e jogos de 'azar'
Senador quer que Governo arrecada impostos do jogos.
Ciro Nogueira pede à ministro apoio para ‘legalizar’ cassinos e jogos de 'azar'

Reprodução Instagram.

O Senador Ciro Nogueira (Progressistas do Piauí) esteve em Brasília (DF) nesta quinta-feira (13) e se reuniu com o ministro da Economia Paulo Guedes para buscar apoio para o seu projeto de legalização dos jogos de azar. 

No projeto, o senador pretende a regularização de jogos considerados ilegais no país, como bingos, cassinos, jogos eletrônicos, jogo do bicho e outras formas de jogos, que existem no Brasil, mas são considerados clandestinos. Atualmente, as apostas legalizadas se restringem à Loteria da Caixa Federal, administrada pelo Estado, que arrecada bilhões por ano de foram legalizada. 

O projeto do senador não é pioneiro e já foi colocado e tirado de pauta por outros políticos em Brasília. A principal alegação é quais seriam as ferramentas que garantiriam total fiscalização do governo após a legalização, entretanto, já sabe que este ‘mercado’ em expansão no país de jogos de azar já movimenta bilhões clandestinamente.

Veja na íntegra o relato de Ciro nas redes sociais:

“Hoje estive no ministério da Economia para uma reunião com o ministro Paulo Guedes para solicitar o apoio do governo à nossa proposta de legalização dos jogos de azar no país. Com a regulamentação dos jogos, poderíamos gerar mais de R$ 20 bilhões anuais em recursos de tributos, além de mais de 600 mil empregos diretos e muitos outros empregos indiretos, que seriam de grande ajuda no momento de crise em que vive nosso país.

Acompanhado do senador Irajá Abreu e do deputado Guilherme Mussi, apresentei ao ministro uma série de dados que mostram que, mesmo proibido, o jogo ilegal funciona diariamente em cada esquina do Brasil, movimentando bilhões. Somente no jogo do bicho, são 20 milhões de brasileiros apostando diariamente. Não ter jogo não é uma opção, então precisamos garantir que a população tenha um retorno dessa atividade, com recursos que poderiam fazer grande diferença na área da segurança pública, por exemplo”.

Fala Piauí no Facebook:
imprimir

Veja também

»
Receba notícias do Fala Piauí pelo WhatsApp WhatsApp
© Copyright 2019 - Fala Piauí - Todos os direitos reservados - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium