Quinta, 12 de dezembro de 2019
(86) 9 81736994
governo
Paulistana

Paulistana

Chico Pedrosa Notícias do município de Paulistana-PI
[email protected]
(86) 99983-4382
Estelionatário

Postada em 05/06/2019 ás 18h59

Publicada por: Chico Pedrosa

Fonte: PM

Polícia prende Cigano acusado de curandeirismo e estelionato
Força Tática de Paulistana e GPM de Conceição do Canindé prende cigano acusado de curandeirismo e estelionato
Polícia prende Cigano acusado de curandeirismo e estelionato

Nesta terça-feira (04), por volta das 9h30min, a equipe ALFA da Força Tática do 20 BPM, foi informada pelo Cb S. Gomes que havia ciganos realizando Curandeirismo na região de Conceição de Canindé. A guarnição, com apoio do Sd Marques, empreendeu deslocamento para ir de encontro aos suspeitos, logrando êxito em encontrá-los na zona rural de Jacobina, cerca de 5 km desta urbe. Após o encontro, foi feita a abordagem ao nacional Raimundo Costa Sobrinho, sendo encontrado a quantia de R$ 860,00 enrolados em folhas de papel e 1 maço do referido papel enrolado. Após ser questionado sobre a origem do dinheiro, o cigano admitiu tratar-se de "dinheiro de rezas", em que os "pacientes" retribuíam ao tratamento.   Após ser questionado em qual casa ele conseguiu o dinheiro, o acusado informou e levou a guarnição até o local. Na casa, os moradores noticiaram como foi a "reza": o cigano chegou na casa informando que alguém naquele recinto necessitava de uma cura ( no local havia um cadeirante); sendo assim, o mesmo informou que só rezava em dinheiro, que a moradora pegasse todo o dinheiro e entregasse para que ele o abençoasse. Dessa forma, ele enrolou a quantia informada em folhas de papel e começou a rodear o cadeirante. Com ramos em uma mão e o dinheiro enrolado na outra, ao passar pelas costas do cadeirante, o acusado trocou os maços de papel, colocando o maço de papel com dinheiro no seu bolso e pegando o maço só de folhas enroladas na mão. Feito a reza, o mesmo solicitou uma camisa para guardar o suposto maço que estava o dinheiro e que ao dar o nó na camisa a vítima só abrisse 5hs depois, para concretizar a cura. No entanto, a vítima não percebeu o ardil feito pelo acusado, sendo apenas esclarecido quando a guarnição chegou ao local e pediu que ela buscasse a camisa com o nó. Ao desatar o nó estava o maço, mas apenas folhas de papel. O acusado confessou o crime, sendo conduzido juntamente com a vítima, que era cadeirante, até a 12 DRPC para os procedimentos cabíveis.
Fala Piauí no Facebook:
imprimir

Veja também

»
bodog lateral grande
Últimas notícias
Últimas municípios
Vídeos
Mais lidas da semana

Facebook

»

Twitter

»

Enquete

»

Nenhuma enquete cadastrada.

Receba notícias do Fala Nordeste pelo WhatsApp WhatsApp
© Copyright 2019 - Fala Nordeste - Todos os direitos reservados - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium